sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Melancolia (inserir pontuação)

Estrelas aqui não havia
Não se via
Era eu sozinha
Entre olhares e dedos
Que mais tarde verrugas ganhariam
E ofuscados sóis
Que mais tarde nasceriam
Por detrás do muro vizinho
Pois aqui de noite de dia
Era eu sozinha
Tão em cima quanto em baixo
Do muro em que construí
Fiz sozinha
E só hoje só sei
Ser feliz por ser triste
Daqui tudo ver (quase)
E só saber
Ser eu sozinha

2 comentários:

  1. "odeio quem rouba minha solidão, sem em troca oferecer-me verdadeira companhia " (não lembro o autor agora )

    ResponderExcluir